12ª Mostra Lutz: Biodecompositores Orgânicos

IFSC levou os biodecompositores para a Mostra Lutz 2013

Os técnicos do  Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) - Campus Garopaba apresentaram durante a 12ª Mostra Lutz o projeto de extensão intitulado Montagem e Implantação de Biodecompositores Orgânicos em Escolas de Educação Básica do Munícipio de Garopaba – SC.  O projeto foi aprovado pelo edital APROEX 01/2013/PROEX. Trata-se de uma iniciativa realizada em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (EPAGRI) e a Prefeitura Municipal de Garopaba.

O biodecompositor orgânico é um dispositivo idealizado inicialmente pela EPAGRI para minimizar os impactos gerados por resíduos orgânicos. Levando-se em consideração a iniciativa da EPAGRI associado ao fato do munícipio de Garopaba não possuir coleta seletiva e ao grande volume de resíduos desta natureza produzidos pelas cozinhas das escolas, esse projeto foi proposto.

O projeto começou a ser realizado em maio de 2013 com objetivos específicos:

1.  Realização de oficinas em seis escolas básicas do município de Garopaba para ilustrar o método de construção dos biodecompositores orgânicos e fazer a entrega de cartilhas de conscientização;

2. Montagem de experimentos para ilustrar os processos biológicos que ocorrem dentro dos biodecompositores orgânicos;

3. Realização de reuniões com professores de Ciências para apresentar as possibilidades metodológicas de ensino com o biodecompositor.




Até novembro de 2013, quando ocorreu a 12ª Mostra Lutz, já haviam sido montados e implantados dois biodecompositores orgânicos e realizadas 15 palestras nas escolas que já receberam e que ainda vão receber os equipamentos.



Realização de palestras para conscientização dos alunos sobre o descarte inadequado de resíduos sólidos realizadas pela professora Sabrina Moro Villela Pacheco e aluno extensionista Charles Veleda Broqua.

Montagem dos biodecompositores no Centro Educional de Ibiraquera pelos extensionistas da EPAGRI Noeli Pazetto e Anderson Kangerski.



Comentários