Parceiros do Empório da Mostra Lutz

Em 2009 a comunidade garopabense continuou empenhada em colaborar com os projetos ambientais escolares. Através do Empório da Mostra Lutz, as escolas receberam diversas oficinas e adquiriram materiais de educação ambiental doados pelos parceiros da comunidade.

Nossa gratidão às pessoas e instituições que compartilharam seus saberes em prol da educação ambiental em Garopaba:

  • Equipe da APA da Baleia Franca/ ICM Bio que ministrou 04 Cursos de Capacitação Ambiental,de 08 horas cada, envolvendo 120 professores e 30 merendeiras.

A capacitação de 2009 objetivou estimular uma visão crítica da realidade ambiental. Sob orientação da equipe da APA BF, professores e merendeiras aprofundaram o debate a cerca dos principais conflitos ambientais de suas comunidades.




  • Dona Lurdes de Souza, integrante da Associação de Produtores Orgânicos de Garopaba e da Rede Ecovida, que envolveu mães, alunos, professores e merendeiras em 03 oficinas de Sabonetes de Ervas Medicinais.

Através do processo artesanal, Dona Lurdes ensina a importância do uso de essências naturais na produção de sabonetes que tem em sua composição alecrim; aroeira, calêndula; leite de cabra ou polpa de mamão. Ao final da Oficina, participantes recebem sabonetes prontos para uso.

  • Policia Ambiental que ministrou 06 Palestras Ambientais, envolvendo 190 alunos e 21 professores.
A palestra aborda aspectos relativos a legislação ambiental, areas de preservação permanente e crimes cometidos contra a fauna silvestre. De forma didática, os alunos conhecem e interagem com as principais armadilhas apreendidas pela Policia Ambiental.

  • Sr. Manfredo e Simone Hubner que abriram as portas do orquidário para visitação de 05escolas. Foram recebidas 92 alunos e 27 professores que apreciaram a beleza das orquídeas cultivadas pela família Hubner.

No orquidário, os alunos aprendem a distinguir orquídeas e bromélias, compreendendo a importância delas no ambiente e o processo de cultivo.

  • Guarnição do Corpo de Bombeiros responsável por 08 Oficinas, envolvendo dinâmicas com os alunos e professores de 05 Escolas Municipais.
Através de metodologia lúdica e didática, equipe de bombeiros informa sobre os procedimentos que a comunidade deve adotar em situações de emergência. O grupo recebe noções de primeiros socorros, como e quando chamar, e que informações deve fornecer à Guarnição para que esta possa agir rapidamente e com eficiência.

  • Mariomar e Thaís do Sitio Pé do Morro que receberam 58 alunos e professores para conhecer o processo da produção de hortaliças orgânicas.

Em Garopaba, o Sitio Pé do Morro é referência em agroecologia familiar. Nesta visita o grupo entendeu o ciclo da produção de hortaliças, embalagem e transporte até as gôndolas dos supermercados locais, quando os produtos livres de agrotóxicos são levados à mesa do consumidor e também adquiridos para a merenda escolar.


  • Angela Zanellato que disponibilizou 03 oficinas de livro infantil e 01 oficina de eco-bags, envolvendo 85 alunos.

A prática da criação do Livro se dá a partir da confecção de uma pequena história, com a temática ambiental, criada pelas próprias crianças. Em grupo, esta história é representada, através de colagem de retalhos, miçangas, botões, pedaços de couro, dentre outros materiais que são reaproveitados para contar e ilustrar a história criada. Método semelhante é utilizado para confecionar bolsas e sacolas retornáveis. A partir do uso de jeans, retalhos de tecidos, botões e miçangas, as crianças praticam o reaproveitamento de materiais.

  • Mariana Pereira da Loja Buji Velas, que ofereceu 01 oficina de vela mosaico para 02 turmas de alunos da 2ª e 3ª séries.

A oficina visa estimular o reaproveitamento de materiais para criar bonitas e coloridas velas. Utilizando restos de velas, pedaços de giz de cera coloridos, sementes e folhas secas, as crianças confecionam velas mosaico.




    • Escola Especial Renascer que ensinou a arte de confeccionar papel artesanal e objetos como caixas, vasos e pratos tendo o jornal como matéria prima.

    As oficinas envolveram alunos de 03 Escolas que tiveram a oportunidade de conhecer a excelência do trabalho realizado pela APAE, interagindo e aprendendo com os alunos as técnicas de reciclagem e transformação de jornais em peças artesanais.



    • Juliana Valnier e Silvana Zilli , colaboradoras do Gaia Village, oportunizaram 10 oficinas de Alimentação Saudável, integrando alunos, merendeiras, professores e mães que aprenderam a utilizar elementos pouco valorizados para compor pratos saudáveis e de baixo custo.

    Os ensinamentos e orientações, da nutróloga Dra. Clara Brandão, são repassados às Escolas de forma prática e interativa, onde todos aprendem a criar pratos que utilizam cascas, talos e folhas no preparo de bolos, soufles, tortas e molhos, bastante utilizados na merenda escolar.

      • Fundo Vira Lata - Geisa Rigo, Coordenadora do Fundo Vira Lata, dedicou seu tempo para realizar oficina com crianças da Escola Areias do Macacu. Durante a atividade, o grupo teve a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história da ONG que em menos de 5 anos esterilizou mais de 3.000 cães em Garopaba, evidenciando a importancia deste processo no controle de animais domésticos.

        Entre conversas, apresentação de vídeos, desenhos e leitura de histórias , Geisa estimula a compaixão, o senso de justiça e o respeito pelos animais e pelas pessoas

      Comentários